Juggler Rogrio Piva
Juggler Rogrio Piva

História

Rogério Piva nasceu para os malabares em 2002, tendo como 

Show aos 15 anos

berço um projeto social desenvolvido na periferia de São Paulo, mais precisamente na Zona Sul da Capital. Sua arte foi-se desenvolvendo nas ruas, onde se apresentou entre os anos de 2003 e 2006. 
Após esse período começou a atuar em pequenos circos, ganhando destaque com sua apresentação. Sua técnica, que aos poucos se aperfeiçoava, somada a seu carisma natural lhe rendiam cada vez mais trabalhos em variados eventos. 
Sempre em busca de novos desafios, Piva aprendeu ainda a andar no arame, na perna de pau e a manipular fogo, 
utilizando-se desses novos instrumentos para alavancar o nível de suas performances. Essa elevação no padrão de seu trabalho fez com que aumentasse o número 

Shows pelas ruas 2006

de contratos para eventos corporativos. Paralelamente, Piva continuava a se apresentar nas ruas, sempre em busca da 
resposta direta do público.

Em 2008 começa a ganhar notoriedade ao ser contratado pelo Circo Estoril, um dos maiores circos do Brasil. Sem dúvida um grande passo na carreira ainda em início de Rogério Piva. 

Ainda no Brasil participou de festivais, alcançando vários prêmios como o Festival Paulistano de Circo em 2010 onde ganhou em 1° lugar além de ser homenageado na Assembleia 
Legislativa de São Paulo em 2010 e na Camara Municipal de São Paulo em 2011.

A vida no América Circo

Importante ressaltar a grande colaboração de Piva no tocante ao movimento da arte do circo no Brasil seja ela apresentada sob as luzes do picadeiro ou nas ruas, tendo o céu como lona.
Dificilmente empresários vem ao Brasil para contratar artistas. Assim, após sua trajetória de sucesso pelos circos brasileiros, Rogério Piva decide alçar novos vôos, indo atuar por algum tempo no Uruguai com o Circo Kroner em 2011.
Insaciável no aperfeiçoamento de sua arte, a alma nômade de Rogério Piva o leva em constantes viagens por outros países. 

Rogério Piva viajou trabalhando pelas ruas, primeiramente no 

Chile em 2011 e depois na  Argentina em 2012. Na sua passagem pelo por Santiago, no Chile, foi contratado pelo Goden Circus, que lhe proporcionou grande notoriedade. Em julho de 2012 foi convidado a atuar na Temporada de Verão do mais conceituado circo da América Latina e um dos mais famosos do mundo: o grande Circo Hermanos Atayde, do México. 

Seguiu atuando por países da América Central, contratado pelo Circo Hermanos Suarez. 

Foi selecionado para festivais, tendo participado em julho de 2013 do conceituado Festival Internacional de Cuba (CIRCUBA), onde foi premiado como artista com número de melhor interpretação. Em dezembro de 2013 até janeiro de 2014, participou do Golden Circus Festival, em Roma na Itália, onde ganhou o prêmio de artista mais aplaudido do festival. Nesse mesmo período foi convidado a fazer um show para o Papa Francisco no dia 08 de Janeiro de 2014 na praça São Pedro, no Vaticano. 

No retorno ao Brasil, participou ao lado de grandes artistas da Noite de Gala do Circo, no Theatro Municipal de São Paulo no dia 26 de março onde foi aplaudido de pé.
Em Julho esteve na Temporada de Circos 2014 em Lima no Perú e ganhou um prêmio de reconhecimento como um dos numeros de destaques de toda a temporada. em Seguida, em setembro, participou da Convencion Nacional del Circo no Paraguai. 

Jornal anunciando novas atrações do Circo Atayde

Piva seguiu para a Europa onde no dia 5 de outubro estreiou no Cabaret Candy Club na pacata cidade de Helsimborg na Suécia e em seguida no Circo de Natal de Helsingborg (JULCIRKUS) e lá conquistou o respeito e reconhecimento do público.
Em 2015 iniciou a temporada com o Bulgarian Nathional Circus Sofia da Bulgária, onde permaneceu em temporada em Istambul na Turquia por 5 meses. 
Apos o retorno a América, foi premiado novamente por destacada atuação na temporada de circos do Peru.
Em outubro partiu para o sudeste da Africa em temporada com o circo francês Achille Zavata na Ilha Maurício e emm janeiro passou pela pela Ilha Reunião em trabalhos pelas ruas e pegou carona com o circo em um mês de shows na Ilha Mayotte
Piva permaneceu sozinho na Ilha Mayotte e atuou com projetos sociais e na difunção da arte circense na Ilha. Seguiu independente levando a alegria para as vilas e escolas da Ilha, após, seguiu para outras ilhas pertencente a União de Comores e depois povados da Tanzânia que jamais tiveram contato com a arte do circo onde promoveu a inclusão e a oportunidade dos habitantes terem acesso a essa arte levando uma mensagem de despertar as consciências e harmonizar as diferenças.
A viajem pela África terminou na Africa do Sul onde atuou destacadamente no Mclaren Circus e 
que lá, conseguiu recursos para retornar ao Brasil. Esse link conta um pouco dessa viajem. (Viajem a África)

Temporada com o Circo Hermanos Suarez na America Central

Ao chegar da África, seguiu para a temporada de circos em Lima no Peru e participou do 1° Festival Internacional de Circo do Peru e recebeu o posto de 3° lugar.

De retorno a Europa, fez suas malas e se participou na Alemanha do 16° Celler Weihnachts Circus que ocorreu na cidade de Celle até janeiro deste ano, onde depois, foi para uma temporada de 3 meses nos Estados Unidos com o Yankee Doodle Circus.
Foi convidado a participar do 4° Festival Universitário de circo na cidade de Puebla, no México e também ministrar uma palestra para os alunos da universidade falando sobre "a arte como ferramente de transformação social". Foi de grande notoriedade a participação como convidado especial nesse festival onde sua trajetória foi utilizada como exemplo e homenageada pelo então historiador e diretor da disciplina de circo Julio Revolledo Cardenas.
Piva esteve em uma segunda temporada na Turquia, onde atuou para a companhia SEANS em um grande espetáculo chamado Adrenalina ao lado de 45 artistas de diversas nacionalidades.
Já em 2018 esteve no Peru no 3° Campeonato de Palhaços, onde fez o show de abertura do Festival e também nos dias que se seguiu, ministrou oficinas e também uma palestra sobre a "Arte Como Transformação Social"
Piva segue sua trajetória encantando platéias pelo mundo, carregando sempre uma mensagem positiva através da arte e engrandecendo a cultura brasileira.
 
  Tragetória Internacional
 
2011 

Viajem pela África

  • Circo Kroner (Uruguai)
  • Golden Circus (Chile)

2012

  • Atuando pelas ruas (Argentina)
  • Circo Atayde (México)
  • Circo Hermanos Suarez(Guatemala)

2013

  • Circo Hermanos Suarez (El Salvador, Honduras,  Nicarágua, Costa Rica)
  • Festival Internacional de Circo em Cuba - CIRCUBA (Havana-Cuba)

2014

  • Golden Circus Festival Roma Capital (Roma - Itália)Premiação do Festival Internacional de Circo em Cuba
  • Tempora de Circos de Lima (Peru)
  • Convencion Nacional del Circo (Paraguai)
  • Cabaret Candy Club - Helsimborg (Suécia)

2015

  • Circo Sofia (Istambul - Turquia)
  • Temporada de Circus de Lima (Peru)
  • Circo Achille Zavatta (Ilha Maurício - África)

2016

  • Shows pelas ruas (Ilha Reunião - África)
  • Circo Achille Zavatta (Ilha Mayotte - África)
  • Arte circense na Africa (Ilha Mayotte, União de Comores, Tanzânia)
  • Circo Mclaren (Africa do Sul)Show para o Papa Francisco
  • 1° Festival Internacional de Circo (Lima - Peru)
  • Temporada de Circos (Lima - Peru)
  • 16° Celler Weihnachts Circus (Alemanha)

2017

  • Yankee Doodle Circus (Estados Unidos)
  • 4° Festival Universitário de Circo (México)
  • Convenção Paraguaia de Circo (Paraguai)
  • Companhia SEANS (Turquia)
  • 11° Convenção de Malabarismo e Circo (Uruguai)

2018

  • 3° Campeonato de Palhaços - Festival Internacional (Lima- Peru) 

 

 

Vídeo em Destaque

Galeria de Fotos

Galeria de Fotos

Premio e Participações

Premios

Facebook

Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por EuroTI Web